Slideshow

terça-feira, 22 de novembro de 2016

A importância do dialogo constante entre a equipe de liderança de juventude.



E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos; E, abrindo a sua boca, os ensinava, dizendo... Mt 5.1,2


O texto bíblico acima citado mostra a importância que Jesus dá ao diálogo constante com a equipe. No momento em que sua liderança alcançava multidões ele deu total atenção ao contato direto com seus ajudadores. Ao longo dos anos percebi que muitos iniciam sua liderança em pensam que lidar com a equipe é somente no momento que denominamos como reunião, momentos formais onde traçamos as próximas ações com a juventude. Mas Jesus como nosso modelo de liderança aponta uma forma interessante de dialogo, mais intimista, mais próximo. Vamos pensar nesse texto os benefícios dessa abordagem.

Visão compartilhada
Ele precisava que sua visão fosse aprendida e compartilhada, porque seriam os discípulos que continuariam o processo de evangelização pelas nações. Esse contato direto e constante com sua equipe ajudará nesse processo de aprendizagem de suas ideias, de sua visão. Uma vez aprendida, você terá pessoas defendendo a sua visão para o grupo, beneficio direto da mentoria. 


Esse contato direto permite que sua equipe lhe aponte o feedback obtido com a juventude, tornando esses encontros preciosos para a correção da rota. Não sei como um líder de juventude consegue seguir em sua jornada sem promover esses momentos de dialogo e reflexão da proposta sugerida aos jovens.

Percepção das motivações e distrações

Existe uma preocupação recorrente do líder quanto a permanência de sua equipe no mesmo proposito, ativados pela mesma causa. Um diálogo próximo permite a percepção real da motivação de sua equipe, isso porque nesse contexto mais intimista as pessoas se permitem expressar com mais clareza o momento vivido por eles. Quando a equipe percebe a preocupação do líder em cuidar deles bem como dos jovens, a cumplicidade e o companheirismo fluem com mais frequência, mantendo a equipe focada na mesma visão. 

Nesses encontros temos tambem uma boa oportunidade para observação, porque se tiver atenção é possível perceber os sinais claríssimos de insatisfações e algumas de suas frustrações com a missão confiadas a eles. Esse tipo de sinal emitido pela equipe nem sempre será notado em eventos e abordagens coletivas, porque na lida é mais fácil manter a impressão que esta tudo bem, mas quando esse contato é menos formal, a possibilidade da equipe travar um dialogo que possa expor seus pontos de vista discordantes, possibilitando um acerto de contas, promovendo a união em torno do projeto.  

Dialogando para alcançar

Para alcançar a juventude em suas demandas será preciso primeiro dialogar e ser canal de tratamento para a equipe que caminha contigo nessa longa jornada. Esses momentos de mentoria e conversa ajudam na construção de um projeto para alcançar os jovens, não somente através de qualquer que seja uma ideia, mas de uma liderança executada por varias mãos. 


Quando sabemos onde queremos chegar, alcançamos com mais facilidade quando nossa equipe esta ciente dos nossos alvos. Esse tipo de dialogo torna a união exemplificada e para alem dos discursos. Tornando sua liderança sempre acessíveis a sua equipe fortalecerá o elo entre vocês, produzindo mais a partir de um grupo forte e coeso. Tenho plena convicção que o alcance a partir de uma equipe unida é muita mais abrangente.

Deem a atenção devida a sua equipe
Reflita sobre a atenção que tem investido na sua equipe de trabalho, eles são parte fundamental de sua liderança.


Você precisa entender a sua função em liderar primeiro sua equipe, cuidar deles, manter suas motivações no foco correto, e sobretudo perceber onde suas dores podem ser tratadas pela boa mão de Deus através de sua liderança. Entenda sua importância nesse processo e lute por eles tambem.

Uma dica importante: Crie em sua rotina de agenda momentos para dedicar a sua equipe, pode ser em encontros sociais, aconselhamento pessoal, marcar para tomarem um café juntos, ou até mesmo um momento de lazer entre as famílias. Faça isso com alguma frequência, invista neles. Mantenha o foco na juventude, mas jamais deixe de investir tempo para cuidar de sua equipe!


Jader Cruz

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Você é líder de juventude? Tá achando que errou em sua gestão? Então leia isso!


"Fracasso é um evento, não uma pessoa." Zig Ziglar

Na liderança de juventude somos alvo das expectativas dos jovens, da igreja, da família, do pastor, e de todos que cercam os jovens que estão sob sua liderança.

Que atire a primeira quem nunca...
Muitos companheiros com o objetivo de acertar acabam errando, promovendo ações que ao invés de ajudar o seu grupo acabam não surtindo o efeito desejado. O reflexo desses erros podem afetar o ímpeto desse LJ na caminhada, dando a falsa impressão que esse erro marcará sua gestão.

Conversei com alguns líderes e pude perceber o quanto um erro pode afetar toda uma caminhada. Isso porque em vários momentos atribuímos o fracasso as pessoas. Foi assim com Davi, quando em Ziclague levaram as famílias dele e de seus valentes. Sua estratégia deixou suas famílias desguarnecidas, sendo assim, procuraram logo nomear um culpado e apontar sobre ele o motivo do fracasso. Davi habilmente buscou forças no Senhor seu Deus e reagiu.

Os erros também nos constroem, agregando valor ainda maior aos acertos. O LJ precisa reagir e encarar como um processo natural que na jornada da liderança possíveis erros de avaliação pessoal podem comprometer a tomada de decisões, e isso, é claro, afetará cada ação empreendida pela sua equipe.

Ao longo dos anos vi pessoas reagindo diferentes aos resultados obtidos. Vi líderes literalmente se afundarem pós eventos, contabilizando prejuízos decorrentes a decisões erradas no processo de planejamento. Vi também pessoas que tinham errado em quase tudo, mesmo assim acertaram na postura resiliente, tomando pé dos resultados negativos e buscando avançar naquilo que obteve de positivo.

Nesse sentido é fundamental entender que teremos uma longa jornada pela frente e que por certo teremos outras chances para acertar, se apropriando do ensino que os nossos erros nos apontam.

Viver alguns erros e colher os frutos deles me renderam bons aprendizados, quero dividir isso contigo, são eles:

Todos erram
Quem se prestar a dedicar seu tempo pela juventude será demandado em varias frentes, e certamente jamais sairão ilesos os que buscarem dar respostas a altura dessas demandas. Mas ao longo da jornada todos vão lhe confessar que de alguma forma alguma coisa não saiu de acordo com aquilo que planejaram e que perceberam que uma decisão sua comprometeu o rumo da ação empreendida. Todos nós erramos. Eu já escrevi um livro expondo ali alguns dos meus vários erros. O erro por incrível que pareça, por mais doloroso que lhe tenha sido, acredite, tambem é pedagógico.

Procurar ajuda
Algumas palestras cito a questão da mentoria como fundamental para o sucesso do LJ, nesse contexto o mentor será o canal que apontará caminhos para sua retomada aos trilhos. Geralmente é no mentor que achamos referencia para rever onde nós erramos e onde devemos corrigir nas próximas ações. Isso porque o mentor fala sem paixão, toca na ferida e não tem medo de expor nossas falhas num dialogo de confronto. Como fui profundamente confrontado em momentos que desejava apenas um abraço, mas foi exatamente nessa hora que mexeram ainda mais com as falhas que cometi. O mentor não passa a mão nas nossas costas no intuito de nos acalentar, ele provoca reflexão a partir das verdades que aponta.

Se você ainda não possui uma relação de mentoria seja rápido em buscar um companheiro que lhe ouça, que acrescente em sua jornada nessa função tão importante no seu processo de construção de sua liderança.

Ouvir
Quantos erros poderia ter evitado se tivesse parado para ouvir mais e melhor minha equipe e a juventude que liderava. Uma grande lição tirei de alguns erros foi ter exercitado melhor a audição. Até porque ouvir é um enorme exercício para o LJ, apontará questões da maior importância para os próximos acertos. Ouça mais. São vários outros pontos de vista, que certamente ampliará seu raio de visão.

Penso, que no minimo, o erro, é em uma ultima analise, ponto de partida para começar tudo de novo naquele cenário afetado pelo erro.

É preciso ter a certeza que outros líderes já erraram, porem tiveram como acerto não terem desistido de avançar, tentar e reagir. Veja na foto no inicio dessa postagem que a maior característica desses ilustres fracassados foi justamente o fato de encararem suas derrotas como combustível para novas e desafiadoras tentativas. Acredite, você pode estar a uma tentativa da ação que pode mudar completamente o rumo de sua historia. Não parar é fundamental para a construção de uma história de superação e honra, siga em frente! A juventude brasileira não precisa de lideres perfeitos, precisa de lideres resilientes.

No amor de Cristo, Jader Cruz.

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Erros que o líder de juventude NÃO pode cometer (Lançamento)


Gente olha que legal! Para honra e gloria do nosso Deus, estou lançando o meu quinto livro: ERROS QUE O LÍDER DE JUVENTUDE NÃO PODE COMETER. Estou feliz com mais este presente extraordinário de Jesus pra nossas vidas!!! 


Este livro é um dialogo acerca das minhas experiências pessoais na liderança com jovens, e fruto do dialogo constante com lideres de varias partes da nossa nação. Tenho a intenção de provocar no leitor um forte desejo de reação, apontando soluções praticas e conselhos riquíssimos para encorajar sua lida na causa com a juventude. 


Sou grato a Deus por ter o prefácio escrito pela querida Pra. Helena Raquel, que me encorajou com seu texto inspirado pelo Espirito Santo.   


Para jovens, pastores, lideres de juventude, pais e mães, professores de ebd, e todos que lidam com esse publico fantástico que é a juventude 


Adquira já o seu, acesse https://pag.ae/bmYcdR  Enviamos para todo Brasil. Frete grátis.



sábado, 14 de maio de 2016

Atenção com a juventude nas eleições


O candidato a prefeitura do RJ, Pedro Paulo, disse em reunião com lideranças na Maré que está no plano de governo, caso eleito, um empenho de alcançar 20℅ da juventude com ações empreendidas pela prefeitura do RJ. Muito ou pouco é preciso permanecer observando intenções e refletindo sobre os planos de ação que afetem a juventude. 

Vou observar o diálogo dos outros candidatos buscando quais suas "respostas" para a juventude carioca.

Encorajo a todos os líderes de juventude que observem durante o processo eleitoral no diálogo dos candidatos em suas propostas, aquelas que alcançarem os jovens de sua cidade. Já pagamos um preço altíssimo por nós mantermos de fora do processo eleitoral, jogamos o governo nos braços de corruptos e gente sem escrúpulos.

Avalie no projeto de governo do candidato a prefeito de sua cidade, onde a juventude está sendo atendida, e se caso esse tema não constar nas mesas de debate escreva ao seu candidato preferido e aponte suas questões sobre o recorte em questão. Ajude com idéias e apontando soluções. A cidade precisa ser liderada também com o olhar do líder de juventude.

segunda-feira, 25 de abril de 2016

A necessidade de fazer uma releitura das ações da juventude


Em resposta a falência do estado refletido nas instituições de ensino, a juventude está respondendo com ocupação dos territórios escolares. Até essa semana eram 66 unidades ocupadas.

Concordando com o mérito ou não, há de se refletir sobre a força que a juventude tem quando canalizam sua voz para um esforço de reação.

É preciso pensar sobre nosso papel na transformação da nossa cidade, porque mesmo antes de cobrar temos que nos entender solução nesse cenário caótico.



Acredito que nesse tempo de crise parte da solução passa pelas mãos e sobretudo pela reflexão da juventude brasileira.

Nesse contexto precisamos de uma releitura nas ações da juventude evangélica, com nossos eventos, congressos, ações que considerem as demandas da comunidade que estamos inseridos.

Senso de utilidade. Resposta para nossa geração. Que sejamos sempre uma voz profética para uma nação em crise.

terça-feira, 5 de abril de 2016

Formando uma equipe ampla para desafios cada dia mais complexos. (Novos desafios para o Líder de Juventude)


Você já viveu algum episodio em sua liderança que se sentiu um tanto quanto incapaz de tocar esse processo? Eu já vivi isso varias vezes no decorrer da minha jornada. Olhava pra dentro e mim e pensava: O que eu vou fazer agora? Como resolver essa parada? O que vou dizer para esse jovem? Qual caminho apontar para solução dessa situação? 

Pensando nisso e refletindo a partir de algumas conversas recentes com alguns lideres de juventude decidi escrever um pouco sobre a importância da ampliação da nossa equipe, do nosso gabinete.


Você já reparou todo o aparato pra fazer um avião levantar voo? A quantidade de pessoas envolvidas nesse processo e no final quem normalmente recebem os agradecimentos e reconhecimento são os pilotos quando nos despedem na porta da cabine. São alimentadores de insumos alimentícios, abastecedores de combustível, pessoal do check in, equipe de venda das passagens, pessoal que cuida das bagagens, tripulação, controladores de voo, entre outros que se envolveram indiretamente para que você pudesse seguir seu destino, numa aeronave com talvez algumas centenas de passageiros levantando voo. Toda uma equipe, uma estrutura para fazer o pássaro de aço voar, levando pessoas de um ponto a outro.

Me pergunto se será possível levar um grupo de jovens de um ponto a outro sozinho, sem o entendimento da necessidade de ser ter uma equipe e essa equipe entender que somente se todos fizerem exatamente o seu papel, então, vão perceber a juventude alçar voo para a vida.

O líder de juventude precisa ter a sua volta e em seu apoio todo tipo de ajuda possível, desde pessoas que poderão lhe prestar alguma assessoria no cuidado do ser bem como pessoas que já estão intimamente ligadas aos jovens sob sua liderança. Nessa equipe temos que imaginar que todos entendem que seu objetivo não será te-los por um mero evento, é com o objetivo de ver seu grupo levantar voo. Psicólogos, advogados, professores, pais, mães, pastores, professores de ebd, regentes, todos envolvidos com a sua juventude. Não caia no obvio de ter em sua equipe somente sua equipe imediata. Entendo que dependendo da estrutura da igreja será um pouco mais complicado compor uma equipe mais ampla, contudo mantenha seus olhos abertos para essa possibilidade. Tome conselhos, abra seu entendimento para essa necessidade de sua liderança, afinal de contas, você jamais terá resposta para tudo. Na ampliação de sua equipe você terá uma musculatura ainda maior para lidar com as demandas cada vez mais complexas e desafiadoras que virão.

Quer ver a sua juventude levantar voo ? Então entenda a necessidade do reconhecimento e aperfeiçoamento da equipe.

Ore pedindo a Deus que lhe envie mais trabalhadores para a seara que está em suas mãos, e nessa oração não esqueça de se perceber um ator importante nesse processo porem jamais terá sucesso pleno se agir sozinho. Perceba seus limites, entenda o Senhor lhe apontando possibilidades de fazer essa juventude levantar voo para a vida.


Que Deus abençoe sua liderança e sua vida, 
No amor de Cristo, Jader Cruz.

Uma nação divida, crise acentuada.


Triste ver a nação dividida em um cenário de corrupção e briga pelo poder, na verdade, é tudo uma luta pelo poder. Não é e duvido que estamos vivendo um tempo onde se luta pelo povo brasileiro, estamos vendo uma luta cruel e covarde pelo poder. Não vejo sinceridade nesse processo de luta pelo povo, pela nação. São sujos apontando sujeira nos outros.

Nesse meio estão famílias, amizades, igrejas, todos se afastando e se agredindo mutuamente, e nesse ponto estamos mesmo nos afastando em dois polos: Pró e contra impeachment.

Conversando com algumas pessoas percebo claramente que nem todos que acreditam no pt são esquerdopatas e muito menos quem luta pelo impeachment são coxinhas. Somos mais do que tudo isso, até porque se formos um pouco coerentes vamos perceber que ambos os lados se sentem agredidos e usurpados em seus direitos, não é só manipulação, seja do pt ou psdb (e todos os outros) existe sim um clamor popular pro e contra não é em si uma resposta manipulada, o povo nas ruas estão desgastados de tanta corrupção e acredito que todos clamam por um Brasil melhor.

Precisamos reencontrar o caminho da coerência e nessa busca pelo equilíbrio ver presos e cassados atores que ajudaram a afundar o país numa crise sem precedentes, que estão alocados para alem de um partido, seja de qual partido for, cana neles!

Por isso torço para que essa lava jato continue esse processo de limpeza seguindo em frente para o psdb e todos os outros partidos que nesse momento mais parecem quadrilhas.

Acredito que o nosso país precisa urgente de uma resposta para seguir em frente, e por um milagre voltarmos a acreditar nas nossas lideranças politicas. Como cristão entendo na palavra a necessidade de orar pelos nossos governantes, por isso tenho orado para que haja alguma centelha de esperança que nesse cenário sombrio possamos ver uma presidenta se reerguer e terminar seu mandato tirando o Brasil desse luto, e caso haja mesmo o impeachment que as feridas abertas a partir dessa brecha na constituição sejam saradas a tempo de retomarmos folego e voltarmos a crescer.

Que Deus guarde nossas famílias, e que abençoe nossa nação!

Jader Cruz.

Para os jovens e adolescentes brasileiros, de Marcelo Gualberto.


Nasci num lar pobre. Minha avó e mãe eram faxineiras e meu pai um funcionário público muitíssimo mal remunerado. Trabalho desde os 10 anos de idade, aos 16 tive a primeira carteira assinada como office boy. Engraxei sapatos, carreguei sacola na feira livre e estudei em escola pública. Não sou elite. Faço parte do povo. Gosto de gente e, graças a Deus, tenho um coração generoso para o necessitado. No dia primeiro de abril, completei 44 anos do meu encontro com Cristo. Entre muitos erros e alguns acertos, continuo tentando ser um aprendiz de seguidor de Jesus. Há mais de quatro décadas dedico minha vida a Cristo no serviço de levar as Boas Novas do Evangelho aos jovens e adolescentes brasileiros. Por tudo isso, com temor diante de Deus, entendo que não posso me calar diante dos últimos acontecimentos. O Brasil está sem liderança e a juventude sem referência. Muitos pastores viraram "boiadeiros", o Big Brother declarou guerra à família, os famosos pregam a futilidade, atletas de alto nível se drogam e os políticos, ah, os políticos! Daqui a 9 dias completarei, com a graça de Deus, 60 anos. Tenho idade para ser pai de muitos que, agora mesmo, estão lendo este texto. E é com o coração de pai (e de avô) que escrevo a você, jovem e adolescente.

Quero ir além dos partidos políticos, até porque não sou filiado a nenhum deles. Quero ir além até do meu posicionamento frente a crise. Penso no Brasil caminhando para o caos. Penso no futuro dessa nação. Neste exato momento, famílias estão se dividindo, amigos se separando, irmãos de fé em pé de guerra, tudo por causa da situação política do país. Seja qual for a decisão tomada pelo Congresso Nacional, o futuro próximo é sombrio. A crise econômica e política não se resolverá de um dia para o outro e o ódio se alastra entre nós.

Qual é minha palavra para você, jovem/adolescente?

* Ouça seus pais e avós. Converse com eles a respeito do que está acontecendo. Provérbios diz que os conselhos dos pais devem ser pendurados no pescoço como um colar.

* Ore pelo Brasil e esteja disposto a ser resposta para sua própria oração.

* Faça o seu melhor na escola/trabalho e ajude o Brasil a se colocar de pé novamente.

* Submeta-se diariamente ao Senhorio de Cristo.

* Cuidado com as escolhas. Todos nós nos "assentamos à mesa para saborearmos o jantar das consequências". Veja o que está acontecendo com os mentirosos, enganadores, ladrões e corruptos que levaram o Brasil a falência.

* Seja fiel no pouco. Não se deixe corromper e não ame o dinheiro. Ele é maravilhoso servo e terrível senhor.

* Se você fracassar não é culpa da sociedade, dos seus pais ou da igreja. Não procure culpados. Aprenda com os seus erros.

* Ame as pessoas e use as coisas. Não ame as coisas e use as pessoas para conseguir mais coisas.

* Entenda que a vida real não está nas novelas globais. Na vida real a palavra chave para os casados (marido e mulher) é fidelidade, e para os solteiros é abstinência. O que passar disso vem do maligno.

* Em outubro haverá eleição. Use seu voto para varrer para bem longe prefeitos e vereadores que debocham do povo que os elegeu. Não se esqueça da cretinice do prefeito do Rio ao telefone com um ex presidente.

* Evite discussões frívolas que não edificam ninguém.

Que o Senhor tenha misericórdia de nós!

Marcelo Gualberto
Diretor da Mocidade para Cristo no Brasil

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Uma nação em crise! Uma palavra sobre os últimos acontecimentos


O mundo está desmoronando a nossa volta, tem gente sem água, sem paz e sem vida! 

Em pouco mais de um mês...
1. Jovens assassinados em Costa Barros, cinco mortos, 111 tiros disparados.
2. Terrorismo nos EUA, 14 mortos.
3. Terrorismo na França.
4. Pior Crime ambiental da historia brasileira em Mariana-MG.
5. Estado islâmico recrutando a juventude pela causa da morte.
6. A cada dia mais adolescentes, alguns ainda crianças ingressando no trafico nos morros cariocas. 

E o nosso grito hoje foi dando voz a um impeachment, fruto de um dialogo puramente politico. 

Torço muito pela queda da dilma e do pt, mas estou um tanto cético quanto a seriedade desse processo, isso porque se algum cacique petista abraçar o cunha, tornando viável uma proposta de acordo, ainda que aos 49 minutos do segundo tempo, no apagar das luzes, logo de forma rápida e silenciosa esse papo de impeachment morre, e todos dentro de um mês estarão dando sequencia no terrorismo diário e frutuoso que o sistema politico organizou e esse partido aperfeiçoou em nossa nação. Isso tudo é politica, nada mais.

O terrorismo do pt não vai ter fim, no máximo, terão novos protagonistas, pmdb e psdb estão ai para se certificarem que a bagunça se perpetuará, ou você acha mesmo que do temer e sua quadrilha pode vir algo que preste? A chaga da nossa nação é a qualidade dos nossos governantes.

Só acredito na politica a partir de uma renovação total e abrangente, nos moldes atuais trocaremos sempre seis por meia duzia. Por acreditar no ser humano ainda creio que existam pessoas que se entendem vocacionadas a terem papel na mudança da nação, e por isso, oro para que Deus levante lideres com coragem e com valores que afetem esse sistema falido. Tenho certeza que eu e você somos resposta de Deus para esse tempo e para nossa nação. 

Deveríamos, como cristãos, como cidadãos, como pessoas de bem, ter um papel mais ativo nesse tempo, em resposta as causas e os temas que realmente deveriam tomar nosso tempo e nossos esforços. Entenda seu papel nesse tempo, e olhe para a causa do ser humano. Por ativo não quero dizer ser repetidores do discurso politico, mas efetivamente afetando a realidade da nossa comunidade com respostas efetivas de evangelização, oração e humanidade.

Posso estar enganado, mas a cada dia vejo a igreja brasileira, instituição, desapegada as missões urbanas, menos apercebida do seu papel de transformação social do local onde esta inserida. Que o Senhor nos faça entender sua vontade nesse tempo e que possamos voltar para o centro de sua vontade, só assim, acredito, veremos e viveremos um tempo de avivamento. 

Quer se aliar a uma causa? Lute pela juventude do seu bairro. Seja um missionário para a juventude brasileira.

Que Deus nos conceda um tempo de paz e console os corações em aflição pelo mundo.

E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. 2 Crônicas 7:14

Jader Cruz
jadercruzadcaetes@gmail.com

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Pesquisa: O Pastor e o Líder da Juventude. Vamos discutir pontos importantes dessa relação.


Ha anos atrás começou nossa jornada no dialogo com lideres de juventude. Nesse tempo conhecemos centenas de lideres que em debates e conversas individuais expressaram que sua maior dificuldade não é a lida com a juventude, mas o entendimento com seus pastores. Esses por sua vez apontam vários motivos pelos quais essa relação caminha para o distanciamento.

Então essa relação que deveria ter alguma sintonia acaba por prejudicar o melhor interesse da juventude, afetando o planejamento e consequentemente a execução das ações no departamento.

Pensando nisso, a ideia é me debruçar melhor nesse tema e tentar buscar partir da experiencia adquirida ao longo dos anos e de uma pesquisa com os pastores uma obra literária que aponte caminhos que amplie a sintonia nessa relação e se não acabar pelo menos diminua o distanciamento entre o pastor e o líder da juventude.

Sendo assim, formatamos um questionário para fundamentar nossos dados, são apenas 22 questões, todas múltiplas escolhas, com tempo máximo de duração de todo questionário no máximo 5 minutos. 

O questionário deverá ser respondido SOMENTE pelo pastor, ou por alguém com sua orientação. Jamais, repito, JAMAIS por lideres de juventude ou por alguém que não seja pastor que lide diretamente com o líder de juventude de sua igreja. Por favor, se você não respeitar esse pedido estará comprometendo os dados da pesquisa, atrapalhando um longo processo de obtenção de dados e coleta de dados fundamentais para novas relações.

Os dados coletados nessa pesquisa serão publicados no primeiro trimestre de 2016, quando lançaremos o livro: O Pastor e o Líder da Juventude, um dialogo sobre essa relação.

Abaixo segue o link para a pesquisa, obrigado pela sua colaboração.
http://www.survio.com/survey/d/S2W5L6B2A5X9A4A5N


Duvidas, criticas ou sugestões, favor reportar-me
Jader Cruz
jadercruzadcaetes@gmail.com

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...